“Quem permanece em Mim e Eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (Jo 15,5).

O Espírito Santo vem àqueles que aceitam o Senhor Jesus. E, os que permanecem nele manifestam o fruto do Espírito. O fruto do Espírito é a evidência sensível da presença do Senhor Jesus na vida de uma pessoa. E percebido pelos outros, porque atinge todos os relacionamentos: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança. São facetas de um caráter semelhante ao de Jesus, terreno fértil onde o Espírito Santo age e derrama seus dons.

A MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO
Na tarde da Ressurreição, aparecendo no Cenáculo onde os apóstolos estavam reunidos, Jesus soprou sobre eles, dizendo-lhes: “Recebei o Espírito Santo” (Jo 20,22). Foi a primeira unção que receberam, com o envio da missão de perdoar os pecados.

Depois da Ascensão, reunidos no mesmo lugar, os discípulos e Maria recebem o Espírito Santo de maneira inédita no Pentecostes. “De repente, veio do céu um ruído, como se soprasse um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam sentados. Apareceu-lhe então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e repousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo” (At 2,3 – 4a). Foi a segunda grande unção que receberam, ficando cheios do Espírito Santo e prontos para evangelizar e testemunhar o nome do Senhor. A palavra de Pedro foi tão ungida e cheia de inspiração, que três mil pessoas aceitaram Jesus como Salvador e Senhor, e também receberam o Espírito Santo.

A FORÇA QUE VEM DO ALTO
Depois, libertados da prisão por terem proclamado o nome de Jesus e, curado o coxo na Porta Formosa, Pedro e João reuniram-se de novo aos discípulos e oraram. “Agora, pois, Senhor, olhai para as suas ameaças e concedei aos vossos servos que com todo o desassombro anunciem a vossa palavra. Estendei vossa mão para que se realizem curas, milagres e prodígios pelo nome de Jesus, vosso santo servo!” (At 4,29-30). Foi a terceira unção, que deu força aos discípulos para formarem comunidades, onde a vida e os bens eram partilhados e que tinham uma característica de alegria, de amor e de paz; foi a unção que inundou de tal forma a vida dos discípulos que, até a sombra de Pedro curava os doentes estendidos pelas ruas quando ele passava.

A AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO HOJE
Nós também hoje vivemos da graça do batismo no Espírito Santo, e a unção que recebemos nos permite testemunhar Jesus através de nossa vida, do que pregamos, das orações de cura, e do que transparecemos em nossas atitudes. Permanecer no Senhor Jesus é estar aberto ao Espírito Santo. Unção poderosa nos é dada para estes dias de hoje, neste novo derramamento do Espírito Santo para este novo tempo da Igreja e do mundo. O caminho é louvar, louvar até o louvor transformar-se em adoração; adorar, adorar, até que o Senhor manifeste sua glória através de nós!

Maria Lucia Vianna | do SacraMusic
(Publicado originalmente no SacraMusic em 1999)

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz